Pneumologista: conheça a função desse profissional

Você sabe qual é o momento para procurar um pneumologista? É comum que os pacientes pensem que esse profissional deve ser consultado apenas nos casos de pneumonias. No entanto, a pneumologia é a especialidade para o tratamento de qualquer tipo de doença pulmonar ou respiratória.

Cabe ao pneumologista identificar e diagnosticar doenças e anomalias que possam prejudicar a saúde do paciente. Continue a leitura e saiba qual é o momento ideal para procurar a orientação deste profissional!

Qual é a função do pneumologista?

O pneumologista é o profissional médico especializado no tratamento das vias respiratórias. Ele pode identificar e conduzir o tratamento para diversas doenças pulmonares e respiratórias.

Para se tornar um especialista em pneumologia, o profissional pode se dedicar à residência médica. Ela tem duração total de dois anos, com carga horária semanal de 60h. Além de adquirir experiência com a vivência em hospitais, o residente também recebe uma bolsa auxílio no valor de R$3.330,43.

Após a conclusão da residência médica ou do curso de especialização, esse profissional estará apto a realizar atendimentos em ambulatórios, clínicas e hospitais. Algumas áreas da pneumologia exigem, ainda, cursos ou estágios supervisionados, como, por exemplo: broncoscopia, função pulmonar e medicina do sono. Além do tratamento de doenças pulmonares, também cabe ao pneumologista informar e conscientizar a população sobre os riscos do tabagismo e sobre o controle das doenças crônicas.

Principais doenças pneumológicas e respiratórias

A pneumologia é a especialidade médica responsável pelo estudo das possíveis doenças que afetam as vias respiratórias, como, por exemplo: os brônquios, pulmões, laringe e traqueias. O pneumologista realiza o diagnóstico e conduz o tratamentos para doenças como:

  • Pneumonia;
  • Fibrose cística;
  • Rinite;
  • Malformações pulmonares;
  • Asma;
  • Bronquite;
  • Tuberculose;
  • Câncer de pulmão;
  • Embolia;
  • Pleurisia;
  • Transtornos respiratórios;
  • Coqueluche;
  • Tosse crônica.

Segundo a Sociedade Brasileira de Pneumologia e Tisiologia, a pneumonia é uma das principais causas de óbitos por infecções respiratórias. Além disso, a asma e a bronquite também são doenças pneumológicas muito comuns, que muitas vezes são confundidas, pois apresentam alguns sintomas parecidos. No entanto, são duas doenças bem diferentes. A bronquite é uma doença causada pela inflamação nos brônquios. Já a asma, trata-se de uma doença crônica que causa a inflamação de vias aéreas inferiores.

Quando procurar um pneumologista?

Alguns sintomas podem ser sinais de doenças pulmonares. Portanto, é necessário buscar um pneumologista quando o paciente apresentar algum dos seguintes sintomas:

  • Falta de ar;
  • Tosse;
  • Apneia do sono, períodos em que o indivíduo não consegue respirar durante o sono;
  • Dor ou chiado no peito;
  • Cansaço extremo mesmo sem esforços;
  • Hemoptise: sangue ao tossir;
  • Rouquidão.

No entanto, o pneumologista não deve ser consultado apenas após os sinais de sintomas. A consulta preventiva com esse profissional pode ajudar a evitar uma série de doenças, por isso, é muito importante realizar exames e fazer um check up regularmente. Além disso, algumas doenças crônicas exigem um tratamento continuado e acompanhamento médico constante, como, por exemplo, a asma. Por isso, é muito importante que as consultas com o pneumologista sejam realizadas com frequência.

Agora que você já sabe da importância de se consultar um médico pneumologista, aproveite para ler também o nosso artigo sobre o ginecologista. Trata-se de um profissional extremamente importante para a saúde da mulher, e que também deve ser consultado regularmente para garantir a prevenção de doenças. Clique aqui e confira!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.