Cardiologista: saiba quando consultá-lo

O médico cardiologista é o especialista na saúde cardiovascular dos pacientes. Ou seja, o profissional cuida do diagnóstico e do tratamento de todas as doenças relacionadas aos componentes do sistema circulatório e ao coração.

Portanto, o cardiologista pode ser consultado para tratamentos ou para a orientação preventiva. Continue a leitura e saiba mais sobre essa especialidade tão importante para o cuidado com a saúde!

O que é Cardiologia?

Quando o assunto é a saúde do sistema cardiovascular, o cardiologista é o profissional encarregado de realizar, consultas, diagnósticos e tratamentos. Além disso, a consulta com o cardiologista também é extremamente importante para realizar avaliações antes de estabelecer uma rotina de atividades físicas, ou de realizar qualquer procedimento cirúrgico.

Para se tornar um especialista em Cardiologia, é necessário que o profissional formado em Medicina faça uma pós-graduação ou residência médica na área. A residência tem duração média de 2 anos, e os profissionais atuam em ambulatórios, hospitais, enfermarias e UTIs. Ou seja, todo o conhecimento é adquirido de forma prática, sob a supervisão de cardiologistas credenciados.

No Brasil, a Sociedade Brasileira de Cardiologia (SBC) foi fundada em 1943 e presta suporte aos profissionais da área. Ao todo, são mais de 13 mil cardiologistas inscritos na Sociedade, que é a terceira maior do mundo.

Doenças tratadas pelo cardiologista

O cardiologista é o profissional responsável pelo diagnóstico e tratamento para uma série de enfermidades. Veja quais são as mais comuns:

  • Hipertensão arterial;
  • Insuficiência cardíaca;
  • Doença arterial coronariana;
  • Arritmia;
  • Infarto do miocárdio;
  • Acidente vascular cerebral (AVC).

Além das doenças acima citadas, é necessário consultar o médico cardiologista após os seguintes sintomas:

  • Palpitação ou falha nos batimentos cardíacos;
  • Fadiga: ocorre quando os órgãos não recebem o sangue suficiente da bomba do coração;
  • Tosse constante;
  • Pele azulada: ocorre em casos de redução dos níveis de oxigênio no sangue.

Portanto, é extremamente importante que nenhum sintoma seja ignorado, pois quanto antes o problema for encontrado, mais rápido vai ser o tratamento.

Exames mais comuns

O cardiologista pode solicitar uma série de exames durante as consultas. Os mais comuns são:

  • Ecocardiograma: o exame é realizado para observar diferentes estruturas cardíacas;
  • Eletrocardiograma: é o exame que analisa os batimentos cardíacos através de fios na pele do paciente;
  • Ressonância: trata-se de um exame de imagens da região do tórax e do coração;
  • Teste ergométrico: o exame é realizado para observar possíveis problemas enquanto a pessoa está parada ou realizando atividades.

Previna-se.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.