Dia Nacional de Combate ao Colesterol: 8 de Agosto

No dia 8 de Agosto, é celebrado o Dia Nacional de Combate ao Colesterol, trazendo um alerta para os riscos de doenças. Isso porque o descontrole do colesterol pode causar doenças isquêmicas, como o acidente vascular cerebral (AVC) ou o infarto.

De acordo com a Organização Mundial de Saúde (OMS), a alta taxa de colesterol no sangue é responsável por 30% dos óbitos por doenças cardiovasculares registrados em todo o mundo.

No entanto, o colesterol é uma gordura essencial para o corpo humano, pois é responsável pela produção de diversos hormônios. O risco está ligado ao excesso de colesterol circulante em nível sanguíneo.

Continue a leitura e saiba mais sobre a importância em controlar os níveis de colesterol no sangue!

O que é colesterol?

O colesterol é uma gordura presente no corpo humano. Ele faz parte da estrutura das células do organismo, sendo essencial para a produção de hormônios e vitaminas. Além disso, ele forma ácidos biliares que atuam na digestão. Entretanto, o excesso da partícula LDL-colesterol (colesterol ruim) é o que causa o efeito patológico.

O LDL (do inglês low density lipoprotein) é o colesterol contido nas lipoproteínas de baixa densidade. Em excesso, o LDL pode se depositar nas paredes das artérias e formar placas que aumentam o risco de infarto e derrame. Por isso, é importante que ele seja controlado.

Existe outro tipo de colesterol, o HDL (high density lipoprotein). Ele pode ajudar a evitar o entupimento das artérias, pois as lipoproteínas eliminam o colesterol das células.

Fatores de risco do colesterol

Histórico familiar

A hipercolesterolemia familiar é uma condição genética que causa a presença de níveis elevados de lipídios no sangue.

Dieta inadequada

Uma dieta inadequada com excesso de gorduras e carboidratos pode causar aumento nos níveis de colesterol LDL. Em alguns casos, a mudança nos hábitos pode resolver o problema. No entanto, alguns tratamentos exigem, também, o uso de medicamentos.

Sedentarismo

O sedentarismo é um fator de risco pois a atividade física ajuda a diminuir os níveis de LDL e aumentar o HDL.

Problemas causados pelo LDL em excesso

O excesso de LDL no sangue é um fator de risco para problemas no coração, como a doença das artérias que pode ocasionar a angina ou o infarto. Além disso, ele também está relacionado a outros tipos de complicações, como  as doenças da aorta, que é a principal artéria do corpo, além de demência e acidente vascular encefálico – o derrame cerebral. No entanto, os níveis altos de HDL podem conferir algum grau de proteção para estas doenças.

Como prevenir?

O Dia Nacional de Combate ao Colesterol serve para reforçar a importância dos cuidados necessários para evitar doenças e minimizar riscos. É importante adquirir bons hábitos, como uma alimentação saudável e a prática recorrente de exercícios físicos. Além disso, a realização de consultas e exames de rotina pode ajudar a detectar a presença de altos níveis de LDL, proporcionando um tratamento mais eficaz para cada caso.

Previna-se.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.