Neurologista: o que é?

Você sabe qual é a função do neurologista? O médico especialista em Neurologia se dedica ao diagnóstico e ao tratamento de condições que afetam o sistema nervoso e os componentes da junção neuromuscular.

Sendo assim, o neurologista está apto a indicar tratamentos para doenças do cérebro, tronco encefálico, cerebelo, nervos, medula espinhal e músculos.

Portanto, é essencial que o paciente saiba qual é o momento adequado para consultar um neurologista. Continue a leitura e saiba quais são os sinais indicativos de que esse profissional pode te ajudar!

O que é Neurologia?

​​Como mencionamos acima, o médico neurologista é o especialista no tratamento de doenças no cérebro e medula espinhal (sistema nervoso central), nervos periféricos e músculos.

Para se tornar um especialista em Neurologia, o profissional deve ser graduado em Medicina e cursar a residência médica ou uma pós-graduação lato sensu. Após a conclusão do curso, o profissional estará apto a realizar o registro como neurologista nos Conselhos Regionais de Medicina (CRM).

O Programa de Residência em Neurologia é credenciado pela Comissão Nacional de Residência Médica e pela Academia Brasileira de Neurologia e conta com uma duração de 3 anos. Se o profissional desejar se especializar em Neurofisiologia Clínica, ele deve cursar um ano extra de residência. Antigamente, a residência em Neurologia só poderia ser feita após a formação em Clínica Médica. No entanto, os médicos generalistas também podem cursá-la atualmente.

Doenças tratadas pelo neurologista

É comum que os pacientes busquem um neurologista após sinais como tontura, enxaqueca e dores crônicas. No entanto, o profissional está apto a realizar o tratamento e acompanhar o quadro em diferentes condições. Veja quais são as mais comuns:

  • Convulsões;
  • Distúrbios da memória;
  • Distúrbios do sono;
  • Vertigem;
  • Mal de Parkinson;
  • Doença de Alzheimer;
  • Esclerose lateral amiotrófica;
  • Esclerose múltipla;
  • Epilepsia;
  • Neuropatia periférica;
  • Doenças dos nervos;
  • Acidente vascular cerebral (AVC);
  • Polineuropatia.

Principais sintomas para consultar um neurologista

Alguns sintomas podem indicar sinais de doenças neurológicas. São eles:

Problemas de memória

Se você apresenta problemas extremos de memória, confusão e problemas na fala, é necessário consultar um neurologista. Esse tipo de sintoma pode indicar distúrbios ou problemas no cérebro ou nos nervos.

Distúrbios do sono

Alguns problemas de sono podem ser ocasionados por distúrbios neurológicos, como a narcolepsia. Trata-se de uma doença genética crônica que afeta o sistema nervoso central.

Fraqueza

Alguns casos de fraqueza muscular podem ocorrer por doenças no sistema nervoso.

Dores de cabeça

As dores de cabeça são causadas por diversas condições. No entanto, se o problema persistir, o neurologista deve ser consultado para avaliação.

Problemas de movimento

Dificuldades para caminhar e tremores são indicativos de problemas no sistema nervoso. Se você apresenta sintomas que possam interromper suas tarefas diárias, deve consultar um neurologista.

Convulsões

As convulsões são súbitas contraturas involuntárias da musculatura, provocando movimentos desordenados no indivíduo.

Problemas de visão

Os problemas de visão podem ser causados por condições do sistema nervoso. No entanto, o tratamento pode ser feito em conjunto com o oftalmologista.

Tontura

A tontura ou vertigem causa dificuldades em manter o equilíbrio.

Dormência ou formigamento

A dormência é muito comum, mas se ocorre de forma contínua, pode ser um sinal de um derrame. A ajuda médica deve ser procurada rapidamente.

Por isso, é muito importante que o paciente consulte um neurologista para receber um diagnóstico preciso com a orientação adequada para o tratamento. Dessa forma, é possível desde o início identificar uma doença desde o início e tratá-la de forma eficiente. Isso pode evitar que o problema se agrave e comprometa a saúde do paciente.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.