Receitas médicas permitidas na Telemedicina

Durante as teleconsultas, é comum que os pacientes tenham dúvidas sobre os tipos de receitas médicas permitidas na telemedicina.

Afinal, muitos pacientes optam pela consulta online pelo conforto de obter um atendimento médico de qualidade sem precisar se deslocar para as clínicas e hospitais. Portanto, a ferramenta de prescrição digital permite que todos os documentos sejam enviados digitalmente através das plataformas de teleconsulta.

Entretanto, as receitas médicas precisam de validação para a compra nas farmácias. Isso significa que alguns medicamentos não podem ser prescritos por meio de uma consulta online. Continue a leitura e entenda mais sobre o assunto!

Como funciona a emissão de receitas médicas por telemedicina?

Durante uma consulta, o médico pode prescrever medicamentos de acordo com a necessidade do paciente. E isso não é diferente durante as teleconsultas. Com a autorização da prática da telemedicina no Brasil permitiu, também, o envio de receitas médicas digitais após a consulta.

A Portaria nº 467 do Ministério da Saúde, publicada em 20 de março de 2020, determinou que a prescrição digital é um documento que pode ser encaminhado para o paciente em formato PDF. Isso só é possível com o uso de um certificado digital no padrão da Infraestrutura de Chaves Públicas Brasileira (ICP), que permite o envio de documentos garantindo a segurança e a autenticação do profissional.

Todos os medicamentos podem ser prescritos por receitas digitais?

Segundo o regulamento da Anvisa, é possível emitir receitas médicas em atendimentos por telemedicina para medicamentos antimicrobianos e medicamentos controlados específicos, como: controladores hormonais, antipsicóticos, ansiolíticos, anticonvulsivantes e antidepressivos.

Entretanto, os medicamentos prescritos por receitas azuis não podem ser emitidos digitalmente, pois é necessário que as receitas sejam enviadas em formato físico para a retenção na farmácia.

Como é feita a validação das receitas?

Para validar as receitas médicas emitidas em formato digital, o Governo Federal disponibilizou o portal Validador de Documentos Digitais. Com ele, é possível verificar a autenticidade da prescrição digital. É necessário verificar se o médico possui o registro profissional ativo e se está apto a prescrever os medicamentos para que ocorra a validação da receita. Além disso, o portal permite a validação de pedidos de exames, atestados e relatórios médicos.

No TeleCare® Consultório, plataforma desenvolvida pela W3.Care,a realização de teleconsultas é feita de forma simplificada, sem o uso de sistemas terceiros e sem precisar baixar nenhum aplicativo. Com ele, você pode receber receitas médicas, pedidos de exames, prescrições e atestados diretamente pelo e-mail, sem precisar sair de casa.

O TeleCare® Consultório é uma plataforma 100% nativa, ou seja, que não utiliza sistemas terceiros, garantindo a segurança dos dados de pacientes e profissionais. Além disso, a nossa tecnologia atende a todos os requisitos da LGPD (Lei Geral de Proteção de Dados), e a plataforma só pode ser acessada pelos profissionais por meio de um certificado digital que confirme o exercício da profissão através do registro do CRM (Conselho Regional de Medicina).

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.